15 de julho de 2024 Atualizado 23:10

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Boeing aceita admitir culpa em caso que envolve quedas fatais do 737 MAX

Por Agência Estado

08 de julho de 2024, às 15h04

A Boeing concordou em se declarar culpada da acusação de ludibriar reguladores de segurança aérea antes da ocorrência de dois acidentes fatais envolvendo o 737 MAX, em uma surpreendente concessão que designa a maior fabricante de aviões do mundo como uma empresa criminosa.

A Boeing reconhecerá sua culpa formalmente e aceitará novas penalidades por tratativas com a Administração Federal de Aviação (FAA, pela sigla em inglês) dos EUA antes de dois acidentes com o 737 MAX que causaram 346 mortes, de acordo com documento judicial revelado no fim do domingo.

Como parte de uma acusação de fraude, promotores determinaram que a Boeing pague uma segunda multa de US$ 244 milhões e invista US$ 455 milhões nos próximos três anos para aperfeiçoar seus programas de conformidade e segurança. A empresa também terá de contratar um monitor independente para supervisionar essas mudanças. O acordo de confissão ainda precisa ser assinado por um tribunal.

Ainda como parte do acordo, a diretoria da Boeing aceitou se encontrar com familiares das vítimas dos acidentes. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade