BNDES aprova empréstimo de R$ 1,26 bi para complexo eólico da Engie na Bahia


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou que aprovou um empréstimo de R$ 1,26 bilhão para o Complexo Eólico Umburanas, na Bahia, empreendimento do grupo Engie Brasil. O investimento total no complexo é de R$ 1,6 bilhão, incluindo as linhas de transmissão associadas. O empréstimo do BNDES cobrirá 78,8% do investimento total do projeto.

O Complexo Eólico Umburanas é formado por 18 parques eólicos. Segundo o BNDES, a linha de transmissão do complexo terá 50 quilômetros, até a subestação de Ourolândia II, também na Bahia, onde fará a integração ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

O BNDES informou que os investimentos envolvem “a aquisição de aerogeradores, obras civis e sistema de conexão”. “Aspectos como contratos de comercialização de energia, implantação dos parques, estudos dos ventos, análise de impactos socioambientais, aquisição de licenças ambientais e conformidade arqueológica junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foram levados em consideração pelo BNDES para concessão do financiamento”, diz uma nota distribuída pelo BNDES.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora