28 de setembro de 2020 Atualizado 22:24

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

BC dos EUA lança programa para ampliar liquidez de fundos do mercado monetário

Por Agência Estado

19 mar 2020 às 09:33 • Última atualização 19 mar 2020 às 11:23

O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) lançou mais uma ferramenta de crédito para ampliar a liquidez na economia dos Estados Unidos em meio à pandemia do novo coronavírus. Batizado de Mecanismo de Liquidez para Fundos Mútuos do Mercado Monetário (MMLF, na sigla em inglês), o novo programa disponibilizará empréstimos para fundos do mercado monetário, ajudando instituições financeiras a atenderem demandas de resgate de dinheiro de famílias e outros investidores.

Os fundos mútuos do mercado monetário são conhecidos como investimentos de baixo risco, voltados à compra de títulos governamentais e de “commercial papers”

“Isso melhora o funcionamento geral do mercado e a provisão de crédito para a economia em geral”, diz o Fed, em comunicado.

De acordo com a autoridade monetária norte-americana, a estrutura do programa é semelhante a estratégias adotadas entre o fim de 2008 e o início de 2010, para conter efeitos da mais recente crise financeira global, porém com uma gama de ativos para compra mais ampla.

O Departamento do Tesouro do país, ainda segundo o BC local, garantiu US$ 10 bilhões para proteger o MMLF de eventuais perdas.

O Fed tem tomado medidas para tentar acalmar investidores, que buscam liquidez para lidar com os impactos econômicos trazidos pela covid-19.

Na terça-feira, 17, a autoridade americana anunciou um instrumento de crédito para dealers primários, mesmo dia em que ampliou o programa de recompras de títulos (repo) e lançou o instrumento de compra de “commercial papers”. Com o mesmo objetivo – estimular a economia -, no último domingo, 15, a taxa de juros dos Estados Unidos foi cortada a zero, em decisão extraordinária, e o programa de compra de bônus (QE) foi retomado no país.

Publicidade