04 de junho de 2020 Atualizado 22:56

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

ANP confirma queda de 6,2% na produção de petróleo e gás em fevereiro

Por Agência Estado

03 abr 2020 às 17:48 • Última atualização 03 abr 2020 às 20:06

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou nesta sexta-feira, 3, os dados da produção de petróleo e gás natural no Brasil em fevereiro, antecipados no último dia 23 pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. A agência confirmou que foram produzidos 3,78 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), mês da greve dos petroleiros, queda de 6,2% em relação ao mês anterior.

A Petrobras, que nesta semana anunciou um corte de produção de 200 mil barris de petróleo por causa da queda de demanda em meio à pandemia do coronavírus, produziu 2,138 milhões de barris diários (b/d) de petróleo em fevereiro, queda de 7,8% contra janeiro. Somado o gás, a empresa registrou produção de 3,739 milhões de b/d, menos 7,4% na mesma comparação.

O pré-sal também teve uma produção menor no segundo mês do ano, caindo de 2,68 milhões de boe/d, ou 66,37% do total, para 2,49 milhões de boe/d, ou 65,94% do total produzido, sendo 1,993 milhão de b/d apenas petróleo. Ao todo foram 118 poços produtores, informou a ANP.

O campo de Lula segue como o maior produtor do País, com 1,13 milhão de boe/d, ou 53,9% do total, seguido de Búzios, com 320 mil boe/d (15,4% do total) e Sapinhoá (13,3% do total), com 280 mil boe/d.

Na cessão onerosa, da produção dos 5 bilhões de barris contratados pela Petrobras com o governo, em 2010, já foram produzidos 4,22% até fevereiro, contra 3,89% produzido até janeiro.

O aproveitamento de gás natural foi de 97,1%, disponibilizando 67,9 milhões de metros cúbicos diários ao mercado, e a queima do combustível atingiu 4 milhões de metros cúbicos, para 9,6% em relação ao mês anterior e caiu 28,7% comparado há um ano.