13 de julho de 2020 Atualizado 22:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

Abrasce: Interior de SP reabre 32 shoppings; País já tem 211 em atividade

Ao todo, são 87 municípios em 14 Estados onde estes estabelecimentos tiveram sinal verde para retomada dos negócios

Por Agência Estado

01 jun 2020 às 15:22 • Última atualização 01 jun 2020 às 17:33

shopping hortolândia - Foto: Reprodução

Com a flexibilização das regras para retomada das atividades comerciais no Estado de São Paulo, 32 shopping centers foram reabertos nesta segunda-feira, 1º de junho, todos no interior, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

Entre as cidades onde foram registradas reaberturas estão Botucatu, Jundiaí, Hortolândia, Guaratinguetá, Ribeirão Preto,Piracicaba, São José do Rio Preto, Sorocaba, São José dos Campos, Santa Bárbara do Oeste, Taubaté e Valinhos.

Com isso, a Abrasce passou a contabilizar 211 centros de compras em funcionamento em todo o País, 36,5% do total de 577 unidades no País. Ao todo, são 87 municípios em 14 Estados onde estes estabelecimentos tiveram sinal verde para retomada dos negócios.

Além disso, o número total de estabelecimentos reabertos hoje é 33,5% maior do que na sexta-feira, quando havia 158 unidades em operação.

Todos os 577 shoppings do Brasil foram fechados na segunda quinzena de março por meio de decretos de autoridades públicas na tentativa de conter a propagação do coronavírus. A partir do fim de abril, as unidades começaram a ser reabertas aos poucos, com o afrouxamento dos decretos.

Nesta segunda-feira, também foram reabertos dez empreendimentos no Estado do Amazonas, 7 no Espírito Santo, 2 na Bahia 1 no Distrito Federal e 1 no Maranhão.

O Estado de São Paulo é o principal mercado de shopping centers do País, com 182 unidades, um terço dos empreendimentos do setor. Só a capital paulista tem 54 estabelecimentos, mas eles ainda não voltaram às atividades.

O plano anunciado na última semana pelo governador João Doria (PSDB) flexibilizou a quarentena na capital paulista e em 14 macrorregiões do Estado, mas a decisão sobre o que reabre e quando é dos prefeitos, mediante a aprovação de protocolos de segurança e higiene validados pelo plano do governo estadual.

Podcast Além da Capa
O novo coronavírus representa um desafio para a estrutura de saúde de Americana, assim como outros municípios da RPT (Região do Polo Têxtil), mas não é o primeiro a ser encarado. H1N1, dengue, malária, febre maculosa. Outras doenças também modificaram rotinas, exigiram cuidados além do trivial – ainda que não tenha havido quarentena, como agora – e servem de experiência para traçar paralelos com o atual cenário. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com a repórter Marina Zanaki, que assina uma série de reportagens sobre outras epidemias em Americana.