Abrapp cria fundo para abrigar familiares em plano de previdência complementar

A Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) deve aprovar na quinta-feira a criação do Fundo Instituído, que…


A Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) deve aprovar na quinta-feira a criação do Fundo Instituído, que permitirá a inclusão de familiares de contribuintes dos planos de previdência complementar.

A nova modalidade deve, de acordo com o presidente da Abrapp, Luis Ricardo Martins, elevar para 5 milhões o número de participantes nos próximos três anos, dos atuais 3,3 milhões de participantes das 270 fundações associadas à entidade.

Uma assembleia da Abrapp está prevista para a quinta-feira, 8, quando deve ser aprovada mudança no estatuto da associação para abrigar a iniciativa. “Fundos instituídos só podem ser estruturados por representantes de classe ou sindicatos, portanto, a Abrapp tomou a iniciativa de constituí-lo, permitindo que as fundações associadas possam oferecer a opção a seus participantes”, explicou Martins. De acordo com ele, a Abrapp fornecerá a estrutura e as fundações interessadas ficam responsáveis pela distribuição e gestão.

Martins afirmou que a expectativa para a adesão é positiva, já que a discussão sobre a reforma da previdência trouxe à luz preocupações relacionadas a eventual alongamento no tempo de contribuição e redução nos valores das aposentadorias. “Vemos uma janela de oportunidade para a previdência complementar privada e demanda reprimida”, comentou.

Ele citou como exemplo, para ilustrar o aumento do temor com as aposentadorias no futuro, a elevada procura por participantes do plano de previdência da Copel pelo plano aberto aos familiares dos contribuintes. O plano foi instituído no início do ano e em setembro já havia elevado em duas vezes as metas de adesões, para 2 mil.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!