Abimei prevê alta de 30% na importação de bens de capital em 2019


A Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais (Abimei) estima que o volume de importações de bens de capital no Brasil deve encerrar o ano com alta de 30% em comparação ao último período. Ao todo, o levantamento prevê uma movimentação de US$ 37,4 bilhões pelo segmento. A alta também se estende à importação de bens intermediários para o qual é esperado, até dezembro, aumento de 22% (em um total de US$ 128 bilhões).

As projeções da Abimei se baseiam nos números fechados até outubro. Entre os segmentos pesquisados, a categoria de transporte para indústria obteve a maior alta de janeiro até o 10º mês do ano. As importações de equipamentos de transporte industrial cresceram 11,6%. A importação de peças e acessórios para bens de capital apresentou a segunda maior alta até outubro deste ano, com um crescimento de 6%, e as de bens intermediários cresceu 3,2% no mesmo período.

O presidente da Abimei, Paulo Castelo Branco, afirmou, em nota, que “iniciativas como as medidas que zeraram as alíquotas de importação por meio de ex-tarifários estão ajudando na retomada do otimismo e no avanço do setor industrial, pois favorecem a competitividade das empresas brasileiras”.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora