Turista alemã é vítima de violência sexual no Ceará

Jovem passeava com amigo austríaco em praia quando foi atacada por homem que assaltou a dupla e a estuprou


Uma turista alemã de 24 anos registrou Boletim de Ocorrência por violência sexual na Delegacia de Sobral (CE), a 240 quilômetros de Fortaleza. A jovem contou que passeava com um amigo austríaco pelas dunas da praia na noite de Natal quando, por volta das 4h da madrugada, foi atacada por um homem que a estuprou e levou sua máquina fotográfica, telefone celular e R$ 400,00.

Segundo a turista, o homem estava de bermuda, sem camisa e de mochila. Ele era moreno, cabelo curto e liso, com estatura mediana. Ela contou ainda que o amigo austríaco nada pôde fazer para evitar o estupro.

A jovem está em Jericoacoara desde 22 de dezembro e pretende voltar para a Alemanha tão logo saia o laudo do exame. A Polícia aguarda o resultado para abrir o inquérito, mas já começou as buscas para prender o estuprador que, suspeita-se, seja um nativo de Jericoacoara.

No Natal de 2014, também em Jericoacoara, a turista italiana Gaia Molinari morreu estrangulada perto de Pedra Furada, em Jeri. A principal suspeita da morte foi a professora brasileira Mirian França, que passou 16 dias presa, mas foi solta por falta de provas. Mesmo depois de um ano do ocorrido, a Polícia ainda não conseguiu esclarecer o caso.

Também não foi encontrado o turista argentino Leonardo Ludicello, de 30 anos. Ele acampava em Jeri e o último contato feito com a família foi em 9 de julho passado, quando pediu a passagem de volta para Buenos Aires. No dia 14 de julho, sua barraca foi incendiada.

Segundo a polícia, o argentino foi visto em um posto de combustível em Sobral em 7 de outubro, com destino a Lençóis Maranhenses (MA). Ele chegou ao Brasil em 17 de março, onde ficou por três meses na Praia da Pipa (RN). Depois seguiu para Jeri, onde desapareceu.

online pharmacy coupon code discount pharmacies new prescription coupon
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora