14 de julho de 2024 Atualizado 17:19

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cotidiano

Starlink mini: serviço de internet de Elon Musk lança antena portátil

Por Agência Estado

21 de junho de 2024, às 23h37

A SpaceX anunciou nesta sexta-feira, 21, o lançamento da Starlink Mini, antena do tamanho de um laptop que pode ser levada, por exemplo, por viajantes que precisam de internet. O kit foi pensado para caber dentro de uma mochila e proporcionar conexão de alta velocidade, de acordo com um e-mail enviado pela empresa.

A ideia é fornecer internet a áreas carentes de sinal por meio de conexões realizadas por uma constelação de satélites de órbita baixa. Atualmente, a Starlink conta com cerca de 6 mil satélites em órbita, conectando mais de 3 milhões de pessoas em cem países, informa a empresa.

A princípio, um número limitado de antenas estará disponível no mercado. Nos EUA, uma unidade sai por US$ 599 – ou aproximadamente R$ 3.250. Não há informações sobre a disponibilidade do equipamento no Brasil. “Nossa meta é reduzir o preço da Starlink, especialmente para aqueles ao redor do mundo onde a conectividade tem sido inacessível ou completamente indisponível”, diz o e-mail.

O aparelho contém um roteador Wi-Fi e deve trazer velocidades maiores do que 100 Mbps. A Starlink Mini consome entre 20W e 40W e pesa 1,1 kg sem acessórios; com o cabo de alimentação e o suporte acoplados, o peso é de 1,5 kg. A antena também é protegida contra imersão temporária em água.

Além do custo da antena, o serviço da Starlink Mini tem uma assinatura de internet de US$ 150 (ou R$ 815) – atualmente, o plano residencial básico da empresa custa no Brasil R$ 184. Existe um limite de 50 gigabytes de dados por mês, sendo que cada giga a mais custa um dólar.

Em um tuíte no X, Elon Musk, CEO da SpaceX, afirmou que levou menos de cinco minutos para montar todo o equipamento. “Esse produto vai mudar o mundo”, publicou.

O vice-presidente de engenharia da Starlink, Michael Nicolls, declarou que a produção da nova antena está crescendo e que ela “estará disponível em mercados internacionais em breve”.

Publicidade