23 de Maio de 2020 Atualizado 23:13

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Cotidiano

Secretário de Saúde de Santa Catarina pede exoneração

Por Agência Estado

01 Maio 2020 às 13:30 • Última atualização 01 Maio 2020 às 15:10

O secretário de Estado da Saúde de Santa Catarina, Helton de Souza Zeferino, pediu exoneração do cargo na noite de quinta-feira, 30.

A saída ocorre em meio à crise instalada no governo por conta das suspeitas envolvendo a compra de 200 respiradores da China. No processo de dispensa de licitação, homologado por Zeferino em menos de cinco horas, o estado contratou uma empresa carioca e pagou R$ 33 milhões antecipado pelos equipamentos que deveriam ser entregues no início de abril.

O caso veio à tona após reportagem publicada pelo site The Intercept Brasil, que detalhou os passos da compra suspeita. A repercussão do assunto já motivou um pedido de CPI na Assembleia Legislativa, aprovado por unanimidade, e a instauração de inquéritos civil e criminal. A Justiça catarinense também determinou o bloqueio dos R$ 33 milhões já pagos nas contas da empresa Veigamed, com sede no Rio de Janeiro.

Em nota, o governo agradeceu os serviços prestados pelo secretário, que comandava as ações para o combate ao coronavírus no estado, e cita avanços na pasta que teriam sido frutos do trabalho de gestão do agora ex-secretário. O novo secretário deve ser anunciado nos próximos dias.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Estado de Santa Catarina tem 2085 casos confirmados de covid-19 e 46 óbitos.