Saúde diz que impedir cruzeiros durante crise da covid-19 é uma determinação


Impedir a realização de cruzeiros de turismo no Brasil durante o surto de novo coronavírus é uma determinação, disse nesta sexta-feira, 13, o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira. “Enquanto durar a declaração de emergência, os cruzeiros turísticos estarão interrompidos”, afirmou.

Segundo ele, há mais de 20 cruzeiros programados no País. O Ministério da Saúde deve entrar em contato com gestores do Turismo para notificar sobre a proibição da partida dos navios, disse Oliveira.

“Muitos idosos se concentram nesses locais, onde historicamente a transmissão respiratória é mais facilitadas”, afirmou.

Oliveira disse que o governo terá de avaliar medidas para cruzeiros em curso. Uma hipótese é mandar encurtar o trajeto para que o navio retorne logo ao local de partida.

Voos nacionais

Segundo o secretário, o governo não irá colocar como critério para triagem de casos do novo coronavírus viagens feitas no Brasil, o que chegou a ser cogitado nesta semana.

A medida descartada poderia criar uma lista de alerta para locais dentro do Brasil, como chegou a ser feita para países com transmissão da doença.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora