Saúde afirmou que irá contratar leitos de UTI prometidos da iniciativa privada


O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, esclareceu que irá contratar da iniciativa privada mil leitos de UTI prometidos para uma eventual crise do coronavírus. “Eu não vou, fisicamente, instalar novos leitos”, afirmou Mandetta.

No fim de janeiro, quando foi anunciada a contratação, o Ministério da Saúde havia afirmado que a habilitação desses novos leitos aconteceria de acordo com o aumento do número de caso e que a distribuição seria feita de acordo com as regiões mais atingidas pelo surto.

O ministro conversou com o Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, antes do início da reunião técnica agendada para acontecer ainda nesta sexta-feira, 13. Devem participar, além do ministro da Saúde, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, e o coordenador do Centro de Contingência para o Coronavírus do Estado de São Paulo, David Uip.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora