Sabesp aprova suspensão de pagamento de contas para tarifa social


A diretoria colegiada da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) aprovou a proposta de isenção do pagamento das contas dos consumidores das categorias de uso Residencial Social e Residencial Favela, cadastrados. A isenção valerá por 90 dias para as contas emitidas a partir de 1º de abril em todos os municípios operados pela companhia.

Na tarde desta quinta-feira, 19, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), já havia anunciado que a Sabesp suspenderia a cobrança da tarifa social para todo o Estado em função da crise causada pelo novo coronavírus (covid-19). A medida deve atingir 506 mil famílias.

Segundo fato relevante enviado pela empresa à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), para preservar a sustentabilidade econômico-financeira da empresa, “o impacto sobre a receita deverá ser compensado com redução de despesas e ajustes orçamentários”.

A decisão ainda será submetida à ratificação do Conselho de Administração da Sabesp, e, posteriormente comunicada à Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora