Quadrilha explode carro-forte e fere dois policiais

Armado com fuzis, o grupo rendeu seguranças e trocou tiros com a Polícia Militar; os malotes com o dinheiro foram levados pelos criminosos


Uma quadrilha com ao menos dez integrantes atacou e explodiu um carro-forte da empresa de valores Protege, na manhã desta quarta-feira, 7, na rodovia Abrão Assed (SP-333), no município de Cajuru, no interior de São Paulo. Armado com fuzis, o grupo rendeu seguranças e trocou tiros com a Polícia Militar. Dois policiais ficaram feridos, após serem atingidos de raspão. Os malotes com o dinheiro foram levados pelos criminosos. Foi montado um cerco na região.

Foto: Reprodução
Quadrilha explodiu carro-forte e levou malotes com dinheiro nesta quarta-feira

O ataque aconteceu próximo de uma base da Polícia Militar Rodoviária. Os criminosos, em dois automóveis, atiraram contra o carro-forte para obrigar o motorista a parar. Os seguranças foram rendidos e obrigados a se afastarem, enquanto os assaltantes instalavam os explosivo.

Um policial que estava em serviço ouviu os tiros e pediu reforço à PM de Cajuru. Quando os policiais chegaram, os bandidos já estavam em fuga e houve troca de tiros. Os dois PMs atingidos – um soldado e um sargento – foram levados para a Santa Casa de Cajuru e passam bem.

O trânsito na rodovia foi desviado para o acostamento devido aos destroços da explosão. Durante o cerco, um helicóptero da Polícia Militar localizou um carro usado no assalto em chamas, numa mata, em Santo Antonio da Alegria, cidade da região. Suspeitos chegaram a atirar contra a aeronave.

Em nota, a Protege confirmou o assalto e informou que todos os colaboradores estão em segurança. “Estamos colaborando com as autoridades na investigação em curso”, diz a empresa em nota.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!