Porta-voz diz que declarações de Vélez são ‘ex-declarações’

O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, não quis comentar declarações feitas pelo agora ex-ministro Ricardo Vélez Rodríguez por…


O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, não quis comentar declarações feitas pelo agora ex-ministro Ricardo Vélez Rodríguez por considerar que se tratam de “ex-declarações”. “As declarações do ex-ministro Vélez são ex-declarações, de forma que não se faz necessário comentar”, respondeu ao ser questionado sobre a intenção de Vélez de mudar conteúdo de livros didáticos relativos ao golpe militar de 1964.

Indagado se a indicação do novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, teve influência do escritor Olavo de Carvalho, o porta-voz disse que “não gostaria de fazer comentários em relação a pessoas de fora do governo”. Ele também não descartou a possibilidade do ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) ter contribuído na indicação, mas destacou que a decisão final cabe ao presidente Jair Bolsonaro.

Segundo Rêgo Barros, as análises do presidente para a escolha de ministros possuem como base as capacidades de cada um para liderar as respectivas áreas. “Em cima disso ele fez essa seleção e não gostaria de fazer comentários em relação a pessoas de fora do governo fazer indicações”, disse. Indagado sobre Onyx, afirmou que “poderia acontecer, mas a decisão é do nosso presidente”.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora