Polícias realizam mais de 30 prisões ligadas à Covid-19 no Estado de SP

Ocorrências atendidas em Nova Odessa e Hortolândia estão entre as ações destacadas pelo governo paulista


Foto: DIG / Divulgação
Fábrica clandestina de álcool em gel funcionava em Nova Odessa e foi fechada pela polícia

As polícias Civil e Militar já prenderam, nos últimos dias, ao menos 32 pessoas que foram flagradas em diversas regiões do Estado de São Paulo comercializando medicamentos e/ou álcool em gel adulterado com promessa de combater o novo coronavírus (Covid-19).

O balanço foi divulgado nesta quinta-feira (26) pelo governo paulista, que apontou que mais de 4 mil recipientes com produtos falsificados foram apreendidos.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

Nova Odessa aparece na lista do governo, quando policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) descobriram uma fábrica clandestina de álcool em gel. Quando a polícia chegou, havia 1.650 frascos de 500 ml prontos, 2 mil litros de álcool puro e 60 quilos de um produto que eles adicionavam ao álcool para torná-lo gelatinoso.

Já durante uma ação preventiva na cidade de Hortolândia, a Polícia Militar prendeu um homem e recuperou, no último sábado (21), um caminhão carregado com álcool em gel – o material foi avaliado em R$ 47 mil. O flagrante aconteceu próximo ao km 108 da Rodovia dos Bandeirantes.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

As polícias seguem em diligências para prender os criminosos envolvidos com o comércio irregular de materiais relacionados ao combate do coronavírus e combater a venda de substâncias falsificadas. As autoridades de segurança alertam a população para que não adquira produtos sem a procedência confirmada.

Mensagens sonoras

Desde esta segunda-feira (23), a Polícia Militar de São Paulo emite mensagens sonoras por meio das viaturas de patrulhamento para alertar a população sobre a enfermidade. Os alertas trazem informações sobre transmissão do novo vírus e as medidas de prevenção, como a importância do isolamento social.

Além disso, nesta quarta-feira (25), o Governador João Doria anunciou que a partir de segunda-feira (30) o Estado ampliará a vacinação de Influenza (gripe) para policiais militares, civis e profissionais do Corpo de Bombeiros, por recomendação do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo. As medidas fazem parte de um conjunto de ações do Governo do Estado adota diariamente para o combate ao novo coronavírus e o controle da Covid-19.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora