19 de setembro de 2020 Atualizado 19:08

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil

PF põe ‘4 Patas’ contra tráfico, armas e explosivos nos aeroportos e fronteiras

Por Agência Estado

09 jan 2020 às 13:02 • Última atualização 09 jan 2020 às 16:46

A Polícia Federal (PF) decidiu apertar o cerco a organizações criminosas que agem nos aeroportos, fronteiras e portos brasileiros. Por meio da Operação 4 Patas, que vai se estender por todo o ano de 2020, a PF mobilizou dezenas de cães especialmente treinados para identificação de entorpecentes e bombas. Inicialmente, as ações serão realizadas nos aeroportos do Rio, São Paulo e Minas e miram também em eventuais movimentos ligados a terrorismo.

A ‘4 Patas’ é gerenciada pela Coordenação Geral de Repressão a Drogas e Crime Organizado, em Brasília, e empregará, além dos cães, grupos de operadores policiais federais no combate ao tráfico de drogas e armas e rastreamento de explosivos.

A operação faz parte do planejamento operacional da PF em Brasília, que quer evitar turbulências nos aeroportos e portos e busca inibir ações criminosas que coloquem em risco passageiros e tripulações.

A reportagem apurou que uma das principais metas da PF para 2020 é a desarticulação e descapitalização financeira do crime organizado, e a prisão de seus líderes. A ação nos aeroportos, fronteiras e portos faz parte da estratégia de prevenção no combate ao crime nessas áreas, que são de competência exclusiva da PF.

Publicidade