Paciente com coronavírus segue internada e tem discreta melhora em Brasília


A paciente do Distrito Federal infectada pelo novo coronavírus segue internada e teve “discreta melhora do quadro respiratório”, informou a Secretaria de Estado de Saúde neste domingo (8). A mulher de 52 anos está em isolamento na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), em Brasília.

A paciente é o primeiro caso confirmado da doença no Distrito Federal. De acordo com o boletim médico, o estado dela ainda é grave. Ela “apresenta síndrome respiratória aguda severa e tem comorbidades, que agravam o quadro clínico” e, por isso, segue com suporte ventilatório e hemodinâmico.

A mulher esteve em viagem no Reino Unido e na Suíça e começou a apresentar sintomas em 26 de fevereiro. Com febre, tosse e secreções, ela foi atendida na quarta-feira (4) em hospital particular. Na quinta-feira (5), um exame feito no hospital deu positivo para o vírus e ela foi transferida ao HRAN – a unidade está na lista de locais de referência do DF para tratamento da doença.

No DF, o número de casos notificados para Covid-19, até o dia 6 de março, é de 35 em investigação, um confirmado, 22 descartados e 44 excluídos. O DF está em situação de emergência desde no âmbito da saúde pública, desde o dia 29 de fevereiro, por conta do risco de pandemia do coronavírus. A medida permite alinhar ações de enfrentamento da doença por 180 dias.

A última atualização nacional do Ministério da Saúde foi feita ontem às 18h35 e registrou 19 casos de coronavírus no país, sendo 13 em São Paulo, dois no Rio de Janeiro, dois na Bahia, um no Distrito Federal e um no Espírito Santo. Uma nova atualização da pasta será divulgada entre 16h e 17h deste domingo.

Neste domingo, a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro informou a identificação de mais um caso no Estado, o que elevou o número para 20 infectados no total do País.

Contato: emilly.behnke@estadao.com

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora