17 de julho de 2024 Atualizado 23:25

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Operação combate venda ilegal de crédito de carbono

Por Agência Estado

06 de junho de 2024, às 10h30

A Polícia Federal deflagrou a Operação Greenwashing para combater uma organização criminosa sob suspeita de vender R$ 180 milhões em crédito de carbono de áreas da União invadidas. Houve o cumprimento de 5 mandados de prisão preventiva e 76 ordens de busca e apreensão em Rondônia, Amazonas, Mato Grosso, Paraná, Ceará e São Paulo.

As ordens partiram do juízo da 7ª Vara Federal do Amazonas, que determinou o sequestro de R$ 1,6 bilhão dos investigados. A investigação identificou uma série de ilícitos: exploração florestal e pecuária em áreas protegidas, com a criação de gado “fantasma” para atender áreas com restrições ambientais; venda de créditos virtuais de madeira; e obtenção de licenças fraudulentas.

A PF suspeita que a quadrilha explorou ilegalmente mais de 1 milhão de metros cúbicos de madeira em tora, causando um dano ambiental estimado em R$ 606 milhões. A operação também revelou que a organização grilou terras avaliadas em cerca de R$ 820 milhões, e a ação teria se estendido por mais de uma década.

O esquema sob suspeita teria se iniciado em Lábrea – cidade a 850 km de Manaus – com duplicação e falsificação de títulos de propriedade.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Publicidade