Militares treinados em defesa química e biológica retiram turistas de navio em PE


Em um das primeiras ações com suporte das Forças Armadas, uma equipe militar deu apoio no sábado, 21, ao desembarque e Recife (PE) de turistas que estavam confinados num navio de cruzeiro com casos confirmados da covid-19. Usando equipamentos de proteção, militares da Marinha treinados em Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (DBNQR) orientaram o desembarque dos turistas e tripulantes do navio Silver Shadow.

Outra equipe da Força Aérea especializada em DBNQR participou em fevereiro da repatriação de 34 brasileiros isolados em Wuhan, na China, então o principal foco de infecção pelo novo coronavírus em todo o mundo.

Ao todo, 605 pessoas de 18 nacionalidades estavam isoladas dentro do navio desde 12 de março, quando um canadense de 78 anos apresentou os sintomas e teve a infecção confirmada ao ser atendido num hospital de Recife.

Eles vão retornar em voos custeados pela empresa Royal Caribbean aos países de origem, como Inglaterra e Austrália, entre outros.

A Marinha vai atuar no controle de entrada de passageiros e tripulantes em portos e terminais marítimos, com especial atenção à chegada de navios de cruzeiro, informou a Defesa.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora