Mandetta diz estar preocupado com venda de álcool líquido nas farmácias


O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse estar muito preocupado com a autorização para a venda de álcool líquido nas farmácias, devido à falta de álcool gel. Ele teme que o álcool líquido seja utilizado em fogareiros e que as pessoas utilizem o produto no corpo ou próximo de fumantes.

“A única coisa de que não precisamos é queimadura e fumaça nessas horas, que é o que mais utiliza hospital, CTI e ventilador”, afirmou Mandetta. “Não façam disso um grande arrependimento, principalmente em comunidades no Rio de Janeiro e da Baixada Santista.”

O ministro disse ser preferível utilizar água sanitária para fazer a limpeza dos ambientes, já que o produto não é inflamável. Ele mencionou o produto com a marca Q-Boa. “É preferível, pois não é inflamável.”

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora