Mais de R$ 266 mi em prêmios da Mega não foram retirados até novembro

Caso o dono das apostas vencedoras não se apresente em até 90 dias, o destino de grande parte do dinheiro é o Fies


O sonho de muitos brasileiros neste período de final de ano é ganhar na loteria. A Mega-Sena da Virada deste ano, que será sorteada em 31 de dezembro, deverá pagar R$ 280 milhões aos vencedores. Mas você acredita que tem gente que ganha na loteria e, por incrível que pareça, não vai buscar o prêmio? E com que fica esse dinheiro? Você sabe para onde ele vai?

https://liberal.com.br/wp-content/uploads/2018/12/Mais-de-R-266-mi-em-prêmios-da-Mega-não-foram-retirados-até-novembro.mp3

Quem ganha na loteria tem até 90 dias para resgatar o prêmio. Caso o dono das apostas vencedoras não se apresente, o destino de grande parte do dinheiro é o Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies.

Em 2017, R$ 326 milhões em prêmios não retirados dos sorteios foram integralmente repassados ao Fies. Já em 2018, até novembro, o valor repassado foi superior a R$ 266 milhões. De todo o valor arrecadado com as apostas no país, não é toda a quantia que é convertida em prêmio para os vencedores. Além da educação, uma parte do montante é investido em programas do governo federal nas áreas de saúde, segurança, cultura e esporte.

Segundo a Caixa, até julho deste ano, mais de R$ 3,6 bilhões foram destinados a programas do governo. No primeiro semestre deste ano, R$ 534 milhões foram repassados à área esportiva, através do Ministério do Esporte, clubes de futebol, Comitê Olímpico Brasileiro, Comitê Paralímpico Brasileiro e Confederação Brasileira de Clubes.

O Fundo Nacional da Cultura já recebeu R$ 209 milhões. Na área da Segurança Pública, o Fundo Penitenciário Nacional recebeu R$ 188 milhões para modernização do sistema penitenciário, e o Fundo Nacional de Segurança Pública, R$ 195 milhões. O Fundo Nacional de Saúde, administrado pelo Ministério da Saúde, foi o destino de mais de R$ 4 milhões. Por Paulo Henrique Gomes – Agência do Rádio

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora