Justiça manda prender filho de presidente da Câmara do Rio por agredir mulher

A Justiça determinou nesta quinta-feira, 3, a prisão de Fábio Tuffy Felippe, filho do presidente da Câmara Municipal do Rio,…


A Justiça determinou nesta quinta-feira, 3, a prisão de Fábio Tuffy Felippe, filho do presidente da Câmara Municipal do Rio, Jorge Felippe (MDB), pela agressão de sua mulher, Christini Cardoso de França. A informação é da Agência Brasil. Segundo o inquérito, ela levou vários socos no rosto, que ficou bastante inchado, no último dia 21 de dezembro.

A decisão de prender Fábio foi da juíza Yedda Christina Ching Assunção, do 2º Juizado de Violência Doméstica de Bangu, zona oeste do Rio. O motivo apontado foi lesão corporal decorrente de violência doméstica e também se enquadram nas medidas protetivas de urgência, constantes na Lei Maria da Penha.

Fábio depôs nesta quarta-feira, 2, na Delegacia de Atendimento à Mulher, em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Na ação movida pelo Ministério Público (MP), Fábio responde por lesão corporal decorrente de violência doméstica. O MP pede a prisão temporária do investigado e medidas protetivas à vítima.

A agressão sofrida por Christini aconteceu em 21 de dezembro e um inquérito policial foi instaurado dia 26, chegando à Justiça três dias depois, em 29 de dezembro.

No dia 30, a juíza Angélica dos Santos Costa determinou que a Polícia Civil ouça o acusado, decisão que foi confirmada no dia seguinte pelo desembargador Paulo Baldez.

Jorge Felippe, pai de Fábio, se manifestou em vídeo por uma rede social contra o ato que teria sido cometido pelo filho. “Não foi isso que ensinamos a ele. Quem pratica violência tem que responder pelo ato”, disse o vereador.

Procurada para se pronunciar, a advogada de Fábio, Bruna Bueno, disse que ainda não sabia dos detalhes da decisão judicial.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!