Itália: comércio não essencial ficará fechado; serviços essenciais funcionarão


O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, detalhou nesta quarta-feira, 11, as medidas de contenção do coronavírus no país. Em declarações transmitidas pela televisão italiana, o premiê afirmou que o comércio não essencial deve permanecer com as portas fechadas, incluindo pequenos comércios, restaurantes e demais serviços. Apenas as atividades essenciais devem continuar funcionando, como supermercados, indústrias e serviços de emergência.

“Pedimos a todos que respeitem as regras para sairmos o mais rápido possível dessa emergência”, disse Conte. “Devemos esperar duas semanas ao menos para ver se os números vão continuar a crescer, mas devem recuar”, complementou o primeiro-ministro sobre as medidas para conter o aumento das infecções por coronavírus.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora