Governo federal vai antecipar segunda parcela da ajuda à saúde no Rio


O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou no fim da tarde desta quinta-feira, 19, que a segunda parcela da ajuda federal de R$ 152 milhões para a crise da saúde no Rio será antecipada. O pagamento, no valor de R$ 76 milhões, estava previsto para o dia 15 de janeiro, mas será transferido até o fim deste mês.

“Fazendo os esforços, a gente vai antecipar e vai fazer esse repasse ainda neste exercício. Até o dia 28, espero estar com já essa segunda (parcela) depositada”, declarou Mandetta, após encontro com a secretária municipal de Saúde do Rio, Beatriz Busch, e com o secretário estadual, Edmar Santos.

Os recursos fazem parte de uma dívida que a Prefeitura do Rio cobrava do governo federal desde 1995, referentes à municipalização de unidades de saúde. O repasse foi autorizado pelo governo federal no início deste mês como ajuda emergencial para o pagamento de salários dos funcionários terceirizados da saúde, que não recebiam desde outubro.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora