13 de julho de 2024 Atualizado 08:16

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Saúde

Fiocruz alerta para alta de infecções e mortes de crianças por vírus que provoca bronquiolite

Documento aponta que o VSR é a principal causa atual da síndrome respiratória aguda grave no País

Por Agência Estado

05 de julho de 2024, às 16h24 • Última atualização em 05 de julho de 2024, às 17h35

Com a chegada do inverno, o número de casos de infecções respiratórias segue uma crescente consolidada, segundo o boletim do InfoGripe, da Fiocruz, publicado nesta quinta-feira, 4. A entidade alerta, no entanto, que há uma alta na incidência e na mortalidade pelo vírus sincicial respiratório (VSR) em crianças pequenas.

O documento apontou que o VSR é a principal causa atual da síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no País, responsável por 43,8% dos casos que foram testados no último mês e que atingem pessoas de todas as idades. Segundo o boletim, os estados de Roraima, Amapá e Ceará têm um crescimento no número de hospitalizações por VSR.

Nos Estados do Centro-Sul brasileiro, que incluem São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso e Rio Grande do Sul, os dados da última semana mostram que os vírus que mais estão circulando na região são influenza, VSR e rinovírus.

A incidência de covid-19 ainda é considerada baixa, mas o InfoGripe alerta que Estados como Piauí e Ceará têm maior prevalência da doença. Além disso, a maioria das hospitalizações por SRAG em idosos nas últimas semanas foram causadas pela covid-19.

Cuidados no inverno

Neste período do ano, alguns cuidados são essenciais para conter o avanço das infecções respiratórias. Caso apresente sintomas gripais, como tosse, coriza, febre e mal-estar, evite sair de casa. Se necessário, saia sempre com máscara, especialmente em ambientes fechados.

A vacinação também é aliada na prevenção da gripe. Se não completou o esquema vacinal contra covid-19, busque uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para aplicação das doses necessários. Crianças a partir dos seis meses podem ser vacinadas e grupos prioritários, como idosos e pessoas com comorbidades, podem buscar reforço da vacina.

No Estado de São Paulo, a vacinação contra a gripe foi estendida até o dia 14 de julho. Para se vacinar, basta comparecer na UBS mais próxima. O imunizante garante proteção tanto contra a influenza A quanto B e pode ser aplicado em toda a população a partir de seis meses de idade.

Publicidade