Espanha declara estado de emergência por duas semanas para conter coronavírus


O governo da Espanha declarou o coronavírus uma emergência nacional por duas semanas. É somente a segunda vez que o país usa o mecanismo desde a redemocratização em 1978, em um movimento para limitar o movimento das pessoas e tentar conter a expansão do vírus no país, que já infectou quase sete mil pessoas e matou 193.

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, detalhou o plano após uma reunião ministerial que durou mais de sete horas. “A partir de agora entramos em uma nova fase”, disse Sánchez. “Não vamos hesitar em fazer o necessário para derrotar o vírus, estamos colocando a saúde em primeiro lugar.”

Começando imediatamente, as pessoas só poderão sair de casa para comprar comida, remédios, ir ao trabalho, médico e banco. O decreto também fecha todos os restaurantes, comércio não essencial, bares, hotéis, escolas e universidades na Espanha.

Sánchez afirmou que toda a força policial espanhola ficará sob controle do governo federal espanhol e não descartou o uso das Forças Armadas para ajudar a impor o estado de emergência. Em situações extremas, o estado de emergência também dá a possibilidade ao governo de confiscar bens e tomar o controle de propriedades privadas, como hospitais. Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora