10 de abril de 2021 Atualizado 17:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cotidiano

Empreenda Mulher abre mais de 40 mil vagas em cursos de qualificação

Programa tem o objetivo de incentivar a autonomia das mulheres, possibilitando acesso a crédito e oferta de cursos de qualificação

Por *Natália Velosa

22 mar 2021 às 16:59

O Empreenda Mulher, programa pertencente à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de SP, abre mais de 40 mil vagas em cursos gratuitos de qualificação nas áreas de formalização, marketing digital, educação financeira, entre outros.

Com R$ 50 milhões em microcrédito liberados pelo Banco do Povo, o programa tem o objetivo de incentivar a autonomia das mulheres, possibilitando acesso a crédito e oferta de cursos de qualificação empreendedora, tecnológica, entre outras áreas.

Cursos
No curso de formalização, será abordado assuntos sobre o que é e benefícios da formalização, como abrir o MEI, direitos e deveres, como emitir notas fiscais, como fazer a declaração de imposto de renda, como solicitar o salário-maternidade e muito mais.

No final, a mulher estará pronta para ser MEI, ou seja, trabalhar com o próprio negócio formalizado.

Já o curso de marketing digital, abordará assuntos sobre o que é o marketing digital, como usar o Facebook, Instagram e WhatsApp para empresas, como criar artes e conteúdos relevantes para as redes e muito mais. No final, a mulher estará pronta para administrar as redes sociais do próprio negócio.

Por fim, o curso de educação financeira abordará assuntos sobre metas financeiras pessoais e do negócio, como anotar saídas e entradas do empreendimento, criação de relatórios a partir do seu lucro, qual o custo do seu negócio e quando e como buscar um financiamento.

No final, a mulher estará pronta para administrar as finanças pessoais e do próprio negócio.

Microcrédito
Para ter acesso ao microcrédito, será necessário concluir um dos cursos selecionados no Empreenda Mulher, oferecidos pelos parceiros Sebrae-SP e Aliança Empreendedora.

A primeira opção de crédito é para as empreendedoras informais, com limite de até R$ 15 mil, taxa de juros de 0,8% ao mês, carência de 90 a 120 dias e amortização de 18 a 36 meses.

Já a segunda opção é voltada para produtoras rurais com CNPJ, taxa de juros de 0,35% a 0,55% ao mês, limite de crédito de até R$ 21 mil, carência de 120 a 150 dias e amortização de 36 a 48 meses.

A terceira opção é para empreendedoras MEI, ME, EPP, LTDA e Eireli, o limite de microcrédito é de até R$ 21 mil, com taxa de juros de 0,35% a 0,55%, carência também de 120 a 150 dias e amortização de 36 a 48 meses.

Mais informações sobre os cursos e a linha especial do Banco do Povo podem ser consultadas no site: www.desenvolvimentoeconomico.sp.gov.br/empreendamulher.

*Estagiária sob supervisão de Luciano Bianco

Publicidade