Em evento, Bolsonaro presta solidariedade às famílias afetadas por chuvas no Rio


Três dias depois das fortes tempestades que atingiram o Rio de Janeiro e deixaram dez mortos, além de inúmeros prejuízos e famílias inteiras desalojadas, o presidente da República, Jair Bolsonaro, abriu seu discurso para empresários evangélicos, em um almoço na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, para prestar solidariedade às famílias afetadas.

“Me solidarizo com as famílias do Rio de Janeiro com essa tragédia que se abateu (chuva)”, se limitou a dizer, após outras autoridades presentes mencionarem a tragédia em seus discursos.

Antes de Bolsonaro, o presidente do Superior Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, afirmou que as igrejas evangélicas são “usinas de soluções” para as mazelas das comunidades carentes, e que demonstraram isso mais uma vez durante as chuvas que atingiram o Rio. “O município do Rio de Janeiro foi duramente afetado pelas chuvas que atingiram a cidade. Manifesto meus sentimentos às famílias das vítimas”, disse Toffoli.

Também no evento, o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, disse “que queria abraçar as famílias que perderam seus entes queridos por causa das chuvas”, afirmou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!