Criança de 1 ano é atacada e mordida por bugio durante festa em Ourinhos

Primata estava solto na natureza e saltou de uma árvore para investir contra o menino que ficou três dias internado na Santa Casa da cidade


Um menino de um ano de idade foi atacado por um macaco da espécie bugio quando estava em uma festa com a família, numa chácara, em Ourinhos, interior de São Paulo. A criança recebeu mordidas na cabeça e nos braços e teve de ficar três dias internada na Santa Casa da cidade. O primata estava solto na natureza e saltou de uma árvore para investir contra o menino. O ataque aconteceu no dia do Natal (25), mas só foi divulgado nesta sexta-feira (28), quando a criança recebeu alta.

Foto: PeterQQ2009 on Foter.com - CC BY-SA
Bugio geralmente vive em bandos de até oito indivíduos, dependendo da área onde habita

De acordo com o pai do bebê Artur Miguel, o borracheiro Deivison Jamil da Silva, a família se preparava para deixar a chácara, no Jardim Guaporé, quando o macaco surgiu “do nada” e começou a morder e arranhar a criança. Um cunhado de Deivison atingiu o animal com um chute e ele fugiu. O menino foi levado à Santa Casa e recebeu 20 pontos para fechar os cortes produzidos pelos dentes e garras do primata. Ele também foi medicado e vacinado.

Após o incidente, a Polícia Militar Ambiental esteve no local, mas não fez a captura do macaco porque não se tratava de caso de animal em cativeiro. Os policiais apuraram que o bugio vive em liberdade, embora seja alimentado pelo dono e funcionários de uma madeireira vizinha à chácara. A região tem remanescentes de mata e a Ambiental vai monitorar as famílias de primatas que vivem ali. Moradores da região serão orientados a não oferecer alimentos a esses animais, já que a prática atrai os macacos para próximo das residências.

O bugio geralmente vive em bandos de até oito indivíduos, dependendo da área onde habita. Ele se alimenta de frutas e folhas, podendo chegar a 70 cm de comprimento e 8 quilos na idade adulta. O animal pode se tornar agressivo quando seu território é invadido. No dia 14 de novembro, uma criança de 1 ano e 9 meses foi atacada por um bugio dentro de casa, em Araucária, região metropolitana de Curitiba. Ferida na cabeça, a menina precisou passar por cirurgia plástica para reconstituir parte do couro cabeludo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora