19 de abril de 2021 Atualizado 22:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PANDEMIA

Comitê prevê queda no número de mortes a partir da 2ª quinzena de abril

Centro de Contingência da Covid-19 também acredita que a quantidade de internados deva cair a partir do dia 6

Por Rodrigo Alonso

31 mar 2021 às 16:31 • Última atualização 31 mar 2021 às 17:00

O número de mortes por coronavírus no Estado de São Paulo só deve diminuir a partir da segunda quinzena de abril. A previsão foi revelada pela coordenação do Centro de Contingência da Covid-19 de São Paulo nesta quarta-feira (31), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

O comitê também acredita que a quantidade de pessoas internadas em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) deva cair apenas a partir do próximo dia 6, exatamente um mês após o início da fase vermelha do Plano São Paulo.

De acordo com o coordenador executivo do Centro de Contingência Covid-19 no Estado, João Gabbardo, números da pandemia devem melhorar neste mês – Foto: Governo do Estado de São Paulo

Segundo o coordenador executivo João Gabbardo, o aumento diário de internados, que chegou a atingir 3,3%, teve uma queda a partir do último dia 19 e agora está em 0,7%.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

“A nossa expectativa é que a partir do dia 6 do dia abril, quando nós completarmos 30 dias da fase vermelha, esse número será negativo. Ou seja, o número de pessoas que terão alta das unidades de tratamento intensivo será maior do que o número de novos ingressos”, disse.

Só nesta terça-feira, o Estado confirmou 1.209 mortes provocadas pelo vírus, recorde no Estado. A tendência, porém, é que esse cenário só mude para melhor daqui, aproximadamente, duas semanas.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“Se hoje a gente tem quase 13 mil pacientes em UTI, nós sabemos que uma parte, em torno de um terço deles, infelizmente não deve sair com vida”, justificou o coordenador Paulo Menezes.

Publicidade