Comitê de Crise do coronavírus tem reunião marcada para as 10h


O Comitê de Crise para monitoramento dos impactos do coronavírus tem reunião marcada para as 10h desta terça-feira, 17. O grupo foi criado na segunda-feira por decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e publicado em edição extra do Diário Oficial da União.

O Secretário-Executivo da Casa Civil, Sergio José Pereira, marcou encontro com os secretários-executivos dos ministérios e órgãos participantes do gabinete de crise para definir as rotinas e processos do comitê. Segundo a Casa Civil, eles vão operacionalizar as atividades e acertar os processos de repasse de informações, além de definir as ações de cada ministério no enfrentamento ao coronavírus.

Pelo decreto de ontem, caberá ao comitê a articulação da ação governamental e o assessoramento ao presidente Bolsonaro sobre os desdobramentos da pandemia. A última atualização do Ministério da Saúde registrou 234 casos confirmados do novo coronavírus no Brasil.

O grupo é coordenado pelo ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto e é composto por ministros de Estado e os presidentes do Banco Central, da Caixa Econômica, do Banco do Brasil, e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres também está no comitê.

Na segunda, Bolsonaro se reuniu no Palácio do Planalto com parte dos membros do comitê: os ministros Paulo Guedes (Economia,) Tarcísio Freitas (Infraestrutura), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência), Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).

Também participaram da conversa os presidentes do Banco Central, Roberto Campos Neto, da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, do Banco do Brasil, Rubem Novaes, e do BNDES, Gustavo Montezano.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora