Colégio Raul Brasil, em Suzano, retoma atividades nesta terça-feira

As atividades da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), foram retomadas nesta terça-feira, 26, em horário regular, das 7h…


As atividades da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), foram retomadas nesta terça-feira, 26, em horário regular, das 7h às 18h. As aulas estavam suspensas desde o dia 13 de março, quando ocorreu um massacre que deixou sete mortos e 11 feridos na escola (cinco alunos e duas funcionárias). Um homem foi morto fora do estabelecimento de ensino e os autores do massacre se mataram no momento em que a polícia chegou ao colégio.

Os alunos estão sendo recebidos com atividades de acolhimento, como dinâmicas, leitura das cartas de apoio, apresentação da Orquestra Locomotiva, exibição e reflexão de filmes, entre outras ações.

De acordo com a secretaria da educação do Estado de São Paulo, a data do retorno das aulas ainda não foi definida pela direção da escola e será determinada nesta semana.

Nesta segunda-feira, 25, cerca de 50 professores e funcionários trabalharam no aperfeiçoamento das atividades e nos materiais que estão sendo preparados para os alunos. Eles contaram com o apoio da equipe do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral (Gepem), que reúne pesquisadores da Unicamp e Unesp.

Ainda nesta segunda, um grupo com 19 alunos, entre representantes de sala e do grêmio estudantil da escola, participou de um encontro para alinhar, junto à Diretoria de Ensino de Suzano e a Escola de Formação de Professores, as próximas ações na escola.

Durante os próximos dias, técnicos do Centro de Referência e Apoio à Vítima continuam na escola para atendimentos individuais e coletivos. Os acolhimentos de saúde mental serão oferecidos em todas as Unidades Básicas de Saúde e nos 4 CAPS.

Aluno ferido

O estudante Anderson Carrilho de Brito, de 15 anos, continua internado na enfermaria do Hospital das Clínicas de São Paulo. O estado de saúde dele é estável.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!