Celular explode e atinge olho de menino no interior de SP

Mãe não informou se o aparelho estava na tomada quando explodiu e lançou pedaços da tela contra o rosto do garoto


Foto: Divulgação
Garoto foi encaminhado ao Hospital das Clínicas da Unicamp, em Campinas

Estilhaços lançados pela explosão de um celular causaram ferimentos no olho de um garoto de 11 anos na noite desta terça-feira, em São João da Boa Vista (SP). Socorrido até a Santa Casa local por sua mãe, ele teve de ser encaminhado ao Hospital das Clínicas da Unicamp, em Campinas, por causa da gravidade do caso.

A mãe não informou se o aparelho estava na tomada quando explodiu e lançou pedaços da tela contra o rosto do garoto. Ele teve o olho direito ferido. De acordo com a assessoria do Hospital das Clínicas da Unicamp, foi constatada lesão na pálpebra. O garoto foi atendido e medicado nesta quarta-feira, e já está em casa.

Especialistas alertam sobre o risco de superaquecimento da bateria dos celulares.

No ano passado houve outros registros de acidentes com celulares no Estado. Em um deles, um enfermeiro sofreu queimaduras após o aparelho explodir no bolso de sua calça em julho em Araçatuba. Em outra ocorrência, em março em Santos, o celular pegou fogo no bolso da bermuda de um comerciante, que também ficou ferido.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!