02 de agosto de 2020 Atualizado 09:33

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Cotidiano

CDHU alerta para golpe de cobrança falsa pelo WhatsApp

Golpistas enviam boletos falsos e ameaçam retomada dos imóveis; companhia orienta realização de boletim de ocorrência

Por Natália Velosa

06 jul 2020 às 11:20 • Última atualização 06 jul 2020 às 11:27

A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) identificou a ação de um golpe na região de Campinas pelo WhatsApp. Os golpistas oferecem renegociação de dívidas da CDHU e emitem um boleto falso, enviado pelo aplicativo de mensagens.

Além da região de Campinas, a CDHU faz um alerta para as regiões de Franca, Marília, e Ribeirão Preto.

O crime acontece da seguinte maneira, segundo a companhia: os estelionatários fazem ligações, oferecem negociação em valores inferiores à dívida que a família tem com a CDHU e ameaçam de retomada de imóvel.

Em seguida, eles pedem para o mutuário fazer transferência bancária, pagamento por aplicativo na internet ou emitem boleto bancário falso pelo WhatsApp, em que o perfil aparece uma imagem de uma mulher com crachá da companhia estadual.

Em nota, a CDHU comunicou que está tomando todas as providências necessárias para coibir a ação destes golpistas. “Já determinamos o registro de um boletim de ocorrência por crime cibernético pelos escritórios regionais e uma completa varredura em nossos bancos de dados para verificar se houve violação e acesso a informações sigilosas de nossos mutuários para praticar essa fraude”, afirmou o diretor de Atendimento Habitacional da CDHU, Marcelo Hercolin.

Além disso, o diretor esclareceu que a companhia não solicita depósito ou transferência bancária para pagamento de boletos ou quitação de débitos e que todas ações de cobrança judicial, reintegração de posse e despejo estão suspensas por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

As famílias contatadas estão sendo orientadas a fazer Boletim de Ocorrência, independentemente de terem efetuado ou não pagamento.

“Peço aos mutuários que fiquem atentos a esse novo golpe na praça e, em caso de dúvida, acessem o site da CDHU ou liguem para o Alô CDHU no telefone 0800 000 2348″, completou Marcelo.