08 de março de 2021 Atualizado 14:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Butantan recebe 2ª remessa de insumos para produção de 8,7 mi de doses da CoronaVac

A carga foi transportado pela empresa aérea TAP e saiu da China na terça (9), com escalas na Finlândia e Portugal

Por Redação

10 fev 2021 às 09:21 • Última atualização 10 fev 2021 às 09:25

O Instituto Butantan recebeu na manhã desta quarta (10) a segunda remessa de insumos do ano para produzir mais 8,7 milhões de doses da vacina CoronaVac, contra o novo coronavírus (Covid-19)

A aeronave que trouxe mais 5,6 mil litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) pousou nesta manhã no Aeroporto Internacional de Guarulhos e foi acompanhada pelo governador João Doria (PSDB), o secretário da Saúde Jean Gorinchteyn e o diretor do Butantan, Dimas Covas.

A carga foi transportado pela empresa aérea TAP e saiu da China na terça (9), com escalas na Finlândia e Portugal.

Novo lote de insumos chegou na manhã desta quarta-feira em Guarulhos – Foto: Governo do Estado de São Paulo

No último dia 4, o Butantan recebeu um carregamento com 5,4 mil litros de IFA para a produção de 8,6 milhões de doses, que devem começar a ser entregues no final de fevereiro. Após a produção local, as vacinas passam por rigorosa inspeção de controle de qualidade antes da liberação para uso no SUS (Sistema Único de Saúde).

O Butantan também já solicitou uma nova remessa de 8 mil litros de IFA para a Sinovac. O objetivo é acelerar ainda mais a produção de novas vacinas na capital paulista.

Até agora, o Governo de São Paulo e o Butantan já entregaram 9,8 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde, que coordena o PNI (Programa Nacional de Imunizações).

O Butantan também negocia com a chinesa Sinovac para a liberação de 20 milhões de doses extras para garantir a vacinação de toda a população adulta do Estado de São Paulo.

Em janeiro, foram 6 milhões no dia 17, outras 900 mil no dia 22 e mais 1,8 milhão no dia 29. No dia 5 de fevereiro, outras 1,1 milhão de doses.

O atual acordo entre o Butantan e o Ministério da Saúde prevê a entrega de 46 milhões de doses até o final de abril, além de outras 54 milhões de vacinas com prazo a definir.

Publicidade