01 de junho de 2020 Atualizado 10:30

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Cotidiano

Bruno Covas: Estudamos lockdown e outras medidas em São Paulo

Por Agência Estado

06 Maio 2020 às 12:25 • Última atualização 06 Maio 2020 às 14:39

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (6) que a sua gestão estuda tanto a hipótese de decretar um isolamento total na cidade, conhecido pelo estrangeirismo “lockdown”, com proibição efetiva de circulação de pessoas, quanto outras possibilidades no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Covas alertou para a constatação, da Secretaria Municipal de Saúde, de que a capital paulista está cada vez mais perto do pico de contágio pela covid-19.

O prefeito criticou quem está “travando e atrapalhando o trânsito” de veículos. “São aqueles que ainda não entenderam o recado: o vírus está se espalhando. Já são mais de 1.800 mortes confirmadas na cidade de São Paulo e mais de 1.200 suspeitas aqui na cidade. (É) Cada vez maior a letalidade, em especial na nossa periferia”, advertiu.

Quando questionado sobre se há um critério objetivo para a prefeitura considerar que a paralisação total da circulação seria necessária, como, por exemplo a queda do índice de isolamento da população para abaixo de um certo porcentual, o prefeito respondeu que o critério é a recomendação da Secretaria Municipal de Saúde.

Apesar de mencionar os efeitos que um “lockdown” teria sobre a economia, Covas garantiu que cumprirá a orientação da pasta da Saúde. “Assim que a secretaria apontar que deve ser feito isso ou aquilo, nós faremos.”