25 de setembro de 2020 Atualizado 15:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Brasil

Bolsonaro faz visita ao general Villas Bôas

Por Agência Estado

05 jan 2020 às 12:19 • Última atualização 05 jan 2020 às 13:25

O presidente Jair Bolsonaro visitou neste domingo, 5, o general Villas Bôas, ex-comandante do Exército e atual assessor especial do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Bolsonaro chegou à casa do militar, em Brasília, por volta de 11h20, e saiu há pouco do local.

O Planalto informa que a agenda é pessoal. Antes de se encontrar com Villas Bôas, o comboio de Bolsonaro parou em uma igreja Universal, entrou na garagem, mas o presidente não desceu. Em seguida, os carros seguiram para a residência do general.

Villas Bôas, de 68 anos, sofre de uma doença neuromotora degenerativa. Ele esteve hospitalizado no fim de 2019. Recebeu alta em 12 de outubro após resolução do quadro respiratório que provocou sua internação.

Durante evento no Colégio Militar de Brasília em agosto, Bolsonaro afirmou que o general Villas Bôas agiu em silêncio durante momento “crítico” do Brasil, quando teria garantido “liberdade e democracia”. “A história sabe disso”. O general é tido como um conselheiro do governo para assuntos de defesa.

Em 2018, quando o STF discutia a possibilidade de um habeas corpus que poderia evitar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Villas Bôas usou as redes sociais para criticar a discussão na Corte: “Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do País e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?”.

Em seguida, Villas Bôas escreveu: “Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais.”

Publicidade