09 de julho de 2020 Atualizado 22:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Cotidiano

Antecipação do feriado de 9 de Julho para segunda-feira é aprovada pela Alesp

Projeto de lei tem o objetivo de tentar ampliar o isolamento social no Estado e passou na Alesp com 57 votos a favor e 5 contra

Por Agência Estado

22 Maio 2020 às 03:32 • Última atualização 22 Maio 2020 às 08:20

A Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) aprovou na madrugada de hoje a antecipação do feriado estadual de 9 de Julho para a próxima segunda-feira (25).

O projeto de lei enviado pelo governador João Doria (PSDB), com o objetivo de tentar ampliar o isolamento social no Estado, passou com 57 votos a favor e 5 contra.

Sessão online na Alesp discutiu a antecipação do feriado – Foto: Alesp / Divulgação

Logo após a votação, os deputados passaram a apreciar emendas ao texto original. Após o fim do processo, o texto será encaminhado para a sanção de Doria.

Apesar do resultado amplamente favorável à proposta do governo, o tema foi objeto de longas e acaloradas discussões, com parlamentares da Baixada Santista e do interior protestando contra o potencial aumento de fluxo de turistas da capital para suas regiões, o que pode ajudar a disseminar o novo coronavírus.

O anúncio do envio do projeto foi feito por Doria na segunda-feira (18). Em coletiva de imprensa, O governador afirmou que a antecipação de feriados é um dos caminhos para evitar que o Estado chegue ao ponto de passar por um lockdown – isolamento mais rígido do que a quarentena vigente.

Na capital paulista, um megaferiado teve início na quarta-feira (20). A pedido do prefeito Bruno Covas (PSDB), os vereadores de São Paulo aprovaram a antecipação dos feriados de Corpus Christi (11 de junho) e do Dia da Consciência Negra (20 de novembro) – nesta sexta-feira (22) haverá ponto facultativo no município. Dessa forma, com o adiantamento aprovado para todo o Estado na segunda, o feriado prolongado chegará a seis dias, com a retomada do funcionamento útil a partir de terça-feira (26).

A antecipação de feriados foi acompanhada por parte dos municípios da Grande São Paulo, mas não incentivou medidas semelhantes na região. O prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), ao descartar o adiantamento de feriados na cidade, afirmou que para o interior “não é o caso”, apesar de achar a medida “importante” para a capital.

Até esta quarta, o isolamento era de 49% no Estado. Na RPT (Região do Polo Têxtil), as quatro cidades mensuradas pelo sistema estadual de monitoramento têm índices abaixo dos 50% – o indicador mais alto desta quarta foi de 44%, em Sumaré e Hortolândia, enquanto Americana e Santa Bárbara d’Oeste tiveram 43% de cumprimento da quarentena.

Já o número de mortes no território paulista chegou a 5.558 nesta quinta-feira. Foram 195 novos casos fatais na comparação com quarta-feira, aumento de 3,6%. O total de registros positivos da doença subiu 5,8% e atingiu a marca de 73.739 – alta absoluta de 4.080 casos nesse intervalo. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde.

Podcast Além da Capa
Diante da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em virtude da determinação de paralisação de atividades econômicas e do isolamento social forçado pela quarentena, o reflexo no mercado de trabalho é um dos principais termômetros para medir os danos. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter George Aravanis, que trata do aumento dos pedidos de seguro-desemprego e acompanha os anúncios de suspensões de contrato de trabalho em empresas da RPT (Região do Polo Têxtil).