Ajuste das tarifas de ônibus, Metrô e trem em SP fica abaixo da inflação da Fipe


O reajuste das tarifas de transportes públicos em São Paulo ficou abaixo da variação da inflação acumulada na capital paulista pelo Índice de Preços ao Consumidor da Fipe (IPC-Fipe), revela nota divulgada pela Prefeitura e Governo do Estado. As passagens foram reajustadas, em média, em 8,57% e, desde 6 de janeiro, quando ocorreu o último aumento, o IPC-Fipe acumulou alta de 10,49%.

“A Secretaria Municipal de Transportes e a Secretaria Estadual dos transportes Metropolitanos informam que, a partir do dia 9 de janeiro de 2016, passarão a vigorar os novos valores das tarifas de transporte sobre trilhos na região metropolitana de São Paulo e sobre pneus na capital”, diz a nota.

O bilhete unitário foi reajustado em 8,57%, passando dos atuais R$ 3,50 para R$ 3,80. A tarifa com integração entre ônibus e trilhos aumentou de R$ 5,45 para R$ 5,92. “Além de reajustar a tarifa abaixo da inflação, as duas secretarias decidiram congelar, sem qualquer reajuste, os valores atuais dos bilhetes temporais”, segue a nota.

Desta forma, o bilhete 24 horas para ônibus e trilhos permanece em R$ 10,00, o semanal em R$ 38,00 e o mensal em R$ 140,00. Na integração ônibus e trilhos, o bilhete 24 horas fica em R$ 16,00, o semanal em R$ 60,00 e o mensal em R$ 230,00. Os bilhetes do Metrô e CPTM Madrugador permanece em R$ 2,92 e o Da Hora em R$ 2,92.

“Para os ônibus da EMTU, o porcentual médio do reajuste irá variar em cada uma das cinco regiões metropolitanas vinculadas à empresa – São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Sorocaba e Vale Paraíba, mas nenhum valor será reajustado acima da inflação”, assegura a nota.

your pharmacy card critza.com promo code for walgreens
drug prescription card coupons for prescription drugs walgreens code photo
rhoads pharmacy coupons go photo prints walgreens
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora