Bóra pra China?

Confira as curiosidades de quatro cidades imperdíveis da China


A distância entre o Brasil e China é de aproximadamente 18 mil quilômetros, o que pode chegar até 30 horas de viagem de avião. O caminho é longo, por isso, para os viajantes que desejam se arriscar até lá, é necessário ter tudo preparado. E não estamos falando de malas, vistos, ou questões monetárias, mas sim de roteiro. Afinal, no outro lado do mundo, a cultura é beeem diferente da nossa. Então seguem algumas dicas para você se planejar e conhecer todos os detalhes da terra do “Kung Fu Panda”.

Muito mais que a Muralha!
Beijing, a capital chinesa é uma das cidades mais poluídas, mas ainda vale a pena ser visitada, pela Muralha da China, a Cidade Proibida, o Templo do Céu e a Cidade Olímpica. Beijing abriga quatro dos 48 patrimônios da humanidade tombados pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Seu maior símbolo são as rosas, espalhadas em diversos canteiros e jardins pela cidade. Você também pode visitar uma das ruas mais típicas do país, a Wangfujing, famosa por seus espetinhos de escorpião e pelos restaurantes que servem Pato de Pequim, prato de maior representatividade da culinária nacional chinesa, como se fosse a feijoada para nós brasileiros.

Foto: Jon Wick / Flickr
Beijing, a capital chinesa é uma das cidades mais poluídas, mas ainda vale a pena ser visitada, pela Muralha da China

“Feijoada” dos chineses
Comparada com as grandes metrópoles mundiais, Shanghai, conhecida no Brasil por “Xangai”, é a maior cidade da China e conta com uma população de mais de 24 milhões de pessoas. A cidade é dividida pelo rio Huanpu, que carrega consigo o antigo e o novo, a tradição e a modernidade, o burburinho e a calmaria. Entre os turistas, é famosa por seus marcos históricos como o Templo de Jin’an, o Jardim Yu e o Tiazinfang, local repleto por galerias de arte. Outras atrações são seus museus, entre eles o Museu de Shanghai e Museu de Arte da China.

Luxo e glamour
Duas cidades próximas a Shanghai que receberam o apelido de “Veneza Oriental”, por serem cortadas por rios e canais navegáveis por gôndolas. Em Hangzhou, as principais atrações são os templos, as plantações e a cerimônia tradicional do chá. Já Suzhou se destaca pelo Mercado das Pérolas e o Museu da Seda. A cidade também exerce grande atração para noivinhas de plantão, visto que possui um shopping de 72 mil m² só de vestidos e acessórios para o grande dia!

Pandas! Pandas! Pandas!
A surpreendente cidade dos pandas, Chengdu, está localizada na província de Sichuan, no sudoeste da China. Chengdu possui uma espécie de Jardim Zoológico gigante só com pandas! É claro que essas cidades representam apenas um pedacinho da diversidade cultural e territorial do país. Mas, já é um bom começo para sua primeira visita! Agora, se você não gosta muito de invernos rigorosos nem de verões escaldantes, a dica é agendar sua viagem para os meses de abril ou maio.

Foto: Martin Lewison / Flickr
A surpreendente cidade dos pandas, Chengdu, está localizada na província de Sichuan
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora