Anuário Casa começa a ser distribuído

Revista trabalha assuntos da atualidade em 236 páginas recheadas de dicas e orientações de arquitetos, engenheiros e designers
rhoads pharmacy coupons apeoholic.se photo prints walgreens


No oitavo ano de circulação, o anuário Casa começa a ser distribuído aos assinantes do jornal O LIBERAL e também estará disponível nas bancas da RPT (Região do Polo Têxtil) a partir desta quarta-feira (23).

São 236 páginas recheadas de conteúdo útil para pessoas que estão construindo ou reformando, a procura de dicas e orientações de arquitetos, engenheiros e designers de interiores. O tema destaque desta edição vai ajudar o leitor a identificar seu estilo e trazer essa particularidade aos ambientes.

Romântico, sexy, despojado, urbano ou natural? Seja qual for, cada um tem preferência por determinados elementos e nesta reportagem especial você vai reconhecer o que sobressai no seu gosto e acertar nas escolhas para decorar, reformar ou definir um novo projeto.

Ao adquirir um imóvel ou conceber o estudo para um estabelecimento residencial, comercial ou industrial, nele é implantado uma espécie de DNA que personifica o espaço, deixando-o único para quem ali vive ou trabalha. [\img]O anuário partiu dessa curiosidade para reunir ambientes inspiradores e que retratam o perfil do proprietário com a somatória das técnicas de consultoria de imagem pessoal e de interiores. O assunto, além de curioso, tende a facilitar algumas escolher a curto, médio e longo prazo.

Em um breve resumo dos temas que podem ser encontrados no anuário Casa, há reportagens sobre a tendência da casa container, a nobreza do mármore, os projetos luminotécnicos cenográficos, o momento ideal de iniciar a reforma em tempos de crise, lançamentos de produtos, inovações tecnológicas para construção e a beleza do clássico P&B (preto e branco).

Tornar o ambiente um reduto exclusivo e “bem” pessoal é algo muito marcante nos projetos atuais, tanto que além do cinema particular (home theater), tem sido comum os clientes solicitarem um escritório domiciliar (home office) para atender a grande demanda cada vez maior de profissionais trabalhando em casa. E a preferência por algo muito particular não para por aí.

O uso de objetos pessoais na decoração e a opção pelos móveis planejados para organizar o que a família tem, mostram o quanto os clientes estão exigentes.

O assunto que ilustrou a capa da revista aborda o resgate do verde para os ambientes, mesmo que seja para ornamentar pequenos espaços. Os jardins verticais ou embaixo da escada, no cantinho do muro, no corredor ou onde couber são cada vez mais frequentes.

ABC da Obra responde várias dúvidas
Já se tornou tradição. Em toda edição do anuário Casa, um capítulo é dedicado ao ABC da Obra, com as principais dúvidas do público leigo sendo esclarecidas por profissionais do ramo, entre eles, arquitetos, engenheiros, designers de interiores, eletricistas e construtores.

Em um ano de recessão e com muita gente reclamando da crise econômica, pensar em construir ou reformar parece uma decisão ousada. O anuário Casa foi em busca de informações que ajudam a identificar o melhor período para iniciar uma obra, como reduzir os custos, contratar mão-de-obra e comprar os materiais com desconto.

Ainda sobre reformas, a revista traz uma reportagem com orientações para saber o melhor momento de mexer no imóvel, considerando que alguns problemas identificados precisam ser corrigidos rapidamente para não comprometer a estrutura.

Alertas sobre infiltrações, uma seleção de aplicativos que facilitam a vida com obras, dicas para acertar na escolha do ar-condicionado e das calhas, bem como a tendência das telhas termoacústicas para residências são destaques. [\img-1]As portas cada vez mais personalizadas e os lançamentos de revestimentos altamente inovadores são informações que ajudam a rever conceitos e ampliam o leque de opções para o cliente.

Entre as novidades, está o revestimento em aço para áreas internas e externas, podendo ser um substituto ao papel de parede, ao azulejo da cozinha, para decorar a fachada e até como elemento decorativo.

E para quem tem piscina, nossa reportagem foi em busca de explicações sobre os benefícios do ozônio para o tratamento da água. Os adeptos da construção ecologicamente correta vão identificar algumas tecnologias em sistemas que tornam a obra limpa e rentável.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora