Omar Najar é eleito o novo prefeito de Americana com 75,51% dos votos

[\img-1]A situação atípica de uma eleição suplementar garantiu ao candidato Omar Najar (PMDB) uma votação histórica […]


[\img-1]A situação atípica de uma eleição suplementar garantiu ao candidato Omar Najar (PMDB) uma votação histórica para prefeito de Americana. Ele recebeu 91.266 votos, o equivalente a 75,51% do eleitorado, contra 18,35% para o candidato Welington Rezende (PRB), que ficou com a segunda colocação, e 6,14% para o atual prefeito interino Paulo Sérgio Vieira Neves, o Paulo Chocolate (PSC), terceiro colocado.

Omar será diplomado pela Justiça Eleitoral no dia 8 de janeiro e vai tomar posse da Prefeitura no dia 9 para o mandato-tampão até 2016, ao lado do vice-prefeito eleito, o jornalista Roger Willians (PSDB). Ele terá como missão atender as expectativas da maioria esmagadora dos eleitores, que é recuperar Americana do caos financeiro e da crise política que se abateu sobre a cidade após a gestão do ex-prefeito cassado Diego De Nadai (PSDB).
[\vid]O discurso de Omar, como prefeito eleito, é exatamente esse. “É uma responsabilidade grande, mas nós aceitamos esse desafio e vamos fazer a cidade voltar à tranquilidade”, prometeu. Logo após a apuração dos votos, que demorou um pouco mais de uma hora depois do encerramento da votação, ele recebeu a equipe do Grupo Liberal em sua residência, antes de se dirigir para a festa da vitória, no comitê eleitoral. Ele se emocionou ao falar da tarefa que vem pela frente.

“Peço à população um pouquinho de paciência para a gente colocar a casa em ordem. Sinto uma emoção muito grande de ter lutado e chegado para poder fazer tudo o que eu pensei para a cidade que eu tanto amo. Vou dar o melhor de mim para fazer a nossa cidade brilhar novamente e ser respeitada no Brasil”, afirmou.
[\img]Omar disse que já vai solicitar ao prefeito interino que permita a formação de um grupo de transição para que o futuro governo possa se inteirar da situação da cidade. Ele disse que, quanto à questão financeira, terá como prioridade manter os serviços básicos e garantir o pagamento dos servidores.

Também será necessário equacionar as principais dívidas do município, que são com o INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social), no valor de R$ 200 milhões, e com o Ameriprev (Instituto de Previdência Social dos Servidores), que já passou de R$ 100 milhões. Em relação ao INSS, o prefeito eleito já terá que assumir o governo com o compromisso de pagar R$ 40 milhões só para aderir ao refinanciamento e retomar a Certidão Negativa de Débito para assim permitir o recebimento de recursos estaduais e federais. Omar disse que já tem conversado com o governo federal sobre as condições de pagamento. Ele disse que conta com o incremento de recursos no início do ano para honrar com os salários dos funcionários e manter os serviços básicos funcionando.


Warning: array_pop() expects parameter 1 to be array, boolean given in /var/www/vhosts/liberal.com.br/httpdocs/wp-content/themes/liberal/parts_function/layout-helper.php on line 530

Warning: Creating default object from empty value in /var/www/vhosts/liberal.com.br/httpdocs/wp-content/themes/liberal/parts_function/layout-helper.php on line 531
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora