Willian lamenta 'situação difícil' do Chelsea, mas diz confiar em Hiddink

Chelsea viveu nestes últimos seis meses um inesperado péssimo início de temporada no Campeonato Inglês
online pharmacy coupon code print free coupons new prescription coupon


O Chelsea viveu nestes últimos seis meses um inesperado péssimo início de temporada no Campeonato Inglês. De 18 partidas disputadas, perdeu nove, somou somente 19 pontos e está na 15.ª colocação, somente dois pontos acima da zona de rebaixamento. No último sábado, voltou a tropeçar e não passou de um empate diante do Watford, por 2 a 2, mesmo atuando em casa.[\img]

Para acabar com este péssimo momento, nada melhor do que vencer um rival que também atravessa uma crise. Na segunda-feira, a equipe duela com o Manchester United, em Old Trafford. “Agora precisamos descansar e estar prontos para segunda-feira. Esta situação é difícil para nós, mas acho que podemos vencer jogo a jogo e terminar o campeonato entre os quatro primeiros”, disse Willian ao site do clube.

Para fugir da crise, o Chelsea apostou na troca de comando. Demitiu o grande ídolo da torcida José Mourinho e contratou o experiente Guus Hiddink, de 69 anos. Entre os muitos clubes e seleções de sua carreira, o treinador holandês trabalhou no Anzhi Makhachkala, onde comandou Willian.

“Eu o conheço do Anzhi, na Rússia, e eu gosto de trabalhar com ele”, afirmou o meia brasileiro. “Ele é um cara legal e um bom técnico, então agora nós temos que aprender com o que ele pode passar e explicar”, finalizou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora