Filho não volta para prisão e pai pede ajuda da PM

Rapaz foi beneficiado com a saída temporária do Dia das Crianças e tinha que retornar para o Centro de Ressocialização até as 16h de segunda


Um pai recorreu à PM (Polícia Militar) para o filho voltar para o CR (Centro de Ressocialização) de Sumaré, onde cumpre pena por envolvimento com drogas. O caso aconteceu na tarde desta segunda-feira, em Santa Bárbara d’Oeste. O rapaz, de 20 anos, foi beneficiado com a saída temporária do Dia das Crianças e tinha que retornar para a unidade até as 16 horas desta segunda-feira.

A reportagem procurou pelo pai do jovem na casa da família, no bairro Cidade Nova, mas ele estava trabalhando. A avó paterna do rapaz disse que o genro agiu pelo bem do neto. “Ele não queria voltar de jeito nenhum. O meu genro chegou a chamar um carro [Uber] para levá-lo e não teve quem o fizesse entrar no veículo. Aí, teve que chamar a polícia”, disse. De acordo com informação da idosa, o rapaz sofreria problemas psicológicos.

Policiais militares apresentaram o jovem na delegacia do município. Na unidade, foi feito contato com o diretor do CR de Sumaré, Dalber Rossato, que orientou à polícia a levar o reeducando até o presídio em seguida.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora