Recinto da ariranha será reaberto após 7 anos

Com a renda da bilheteria serão feitos paisagismo, muro de contenção, limpeza, pintura, enriquecimento ambiental e instalação de placas de vidro


O secretário de Cultura e Turismo de Americana, Fernando Giuliani, esteve na manhã desta terça-feira (22) no Parque Ecológico “Cid Almeida Franco” para acompanhar a reforma no recinto da ariranha, que estava fechado desde o final de 2012. Com a renda obtida na bilheteria serão feitos paisagismo interno e externo, muro de contenção, limpeza completa, pintura, enriquecimento ambiental e instalação de placas de vidro como proteção de recinto.

Foto: Prefeitura de Americana / Divulgação
Recinto da ariranha vem recebendo melhorias e será reaberto sete anos após ser fechado

O secretário acredita que os serviços serão concluídos em 40 dias e enalteceu a reabertura do espaço.

“Este era o único trecho do parque que estava fechado e a ariranha atraia muito a atenção do público, principalmente das crianças. Não tem sentido termos que deslocar nossos animais para outros parques por falta de reformas, sendo que temos toda essa estrutura em nossa cidade. Nosso objetivo é melhorar cada vez mais, trazermos novas espécies vindos de cativeiros e trabalharmos com o conservacionismo e a procriação para contribuir com fim da extinção dos animais”, disse o secretário.

Paralelamente, os espaços do hipopótamo também estão recebendo manutenções e já foram feitos serviços de limpeza, reforma e impermeabilização nas piscinas, troca de tubulação interna e instalação de novos portões. A programação será concluída com o serviço de piso, previsto para terminar no final de fevereiro.

Os investimentos da renda da bilheteria são definidos pelo conselho gestor do Parque Ecológico e pela Sectur. O Parque Ecológico fica na Avenida Brasil, 2525, no bairro Jardim Ipiranga, e é aberto ao público de terça a domingo, das 8 às 17 horas. O horário de entrada é até 16 horas.

As informações são da assessoria de comunicação da Prefeitura de Americana.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora