Geriatras e transporte serão debatidos

Conselho Municipal do Idoso de Americana discute no mês que vem, em conferência, falta de especialistas e gratuidade nos ônibus


A falta de atendimento geriátrico na rede pública municipal e o transporte urbano gratuito a pessoas maiores de 60 anos estão entre os temas a serem debatidos durante a 1ª Conferência dos Direitos da Pessoa Idosa de Americana, que acontece dia 28 de março. As inscrições devem ser feitas até a próxima sexta. O evento está sendo organizado pelo Comid (Conselho Municipal do Idoso), com apoio da Secretaria de Ação Social.

Segundo o vereador Gualter Amado (PRB), presidente interino do Conselho, os temas do evento estão sendo apontados durante encontros promovidos em bairros com comissões formadas por idosos. Chamadas de “pré-conferência”, essas reuniões têm por objetivo levantar as demandas a serem debatidas durante o evento do próximo mês.

Foto: Arquivo / O Liberal
Presidente do Comid, Gualter diz que Americana não se preocupa com idoso

O presidente do Comid resume as demandas dos idosos no município afirmando que a principal delas “é que se cumpra o Estatuto do Idoso”. “A política pública de Americana não está tão preocupada com o idoso, como deveria estar. Há vários direitos previstos no estatuto que precisam ser respeitados”.

A inexistência de geriatra na rede municipal é um deles, segundo destacou o presidente do Comid. “O Estatuto do Idoso obriga o município a oferecer unidade com equipe especializada para atender idosos, mas não temos nem geriatra na rede pública”, disse. Outro ponto destacado por ele é a cobrança no transporte coletivo urbano para idosos com mais de 60 anos. “Existe lei municipal garantindo a gratuidade, mas esse direito também não está sendo respeitado”.

Na avaliação de Amado, colocar as demandas em debate durante a conferência colabora para a valorização do idoso no município. “A conferência tem poder deliberativo. Então, é muito importante discutir com especialistas do meio e com autoridades temas de interesse dos idosos e cobrar soluções”.

O presidente do Comid destaca que a ideia era aproveitar a conferência também para apresentar o Diagnóstico do Idoso, levantamento a ser feito na cidade a exemplo do que já ocorreu com as crianças e adolescentes, mas a empresa ainda está em fase de contratação.

Os idosos interessados em participar da conferência têm até a próxima sexta para se inscrever. As inscrições são gratuitas e dão direito a café da manhã e almoço. Informações podem ser obtidas diretamente na sede do Comid (Avenida Brasil, 1.293, no Jardim São Paulo) ou pelo telefone 3475-8700 (ramal 235).

OUTRO LADO

A Prefeitura confirmou em nota que não oferece geriatra na rede municipal de saúde, mas argumentou que nas unidades de ESF (Estratégia Saúde da Família) há grupos de atividade física voltados principalmente para a população idosa. Segundo a administração, o mesmo acontece em “diversas” UBSs (Unidades Básicas de Saúde), mas não especificou em quais.

Sobre a gratuidade no transporte coletivo urbano para pessoas a partir dos 60 anos, a prefeitura cita que está prevista em lei municipal, mas complementa que, segundo determina o parágrafo único da Lei 6.026, de 23 de junho de 2017, o benefício só terá validade a partir do próximo processo licitatório.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora