Após 28 horas, termina o trabalho dos bombeiros

Segundo a corporação, uma equipe permanecerá no local até a noite para garantir que nenhum foco volte a pegar fogo


O Corpo de Bombeiros de Americana encerrou por volta das 15h desta quinta-feira o trabalho de rescaldo do incêndio que destruiu o supermercado Walmart, localizado na Avenida Brasil, em Americana, nesta quarta. Segundo a corporação, uma equipe permanecerá no local até a noite para garantir que nenhum foco volte a pegar fogo, mas as chances disso ocorrer são mínimas. Agora, a Defesa Civil e a Perícia da Polícia Científica devem fazer as vistorias no local antes de liberarem o espaço para a empresa. De acordo com os bombeiros e a Defesa Civil, a probabilidade é de que todo o prédio precise ser demolido.

O incêndio mobilizou cerca de 50 bombeiros, que atuaram em revezamento, desde as 11h desta quarta, até durante a madrugada. O fogo foi controlado na manhã desta quinta, após 20 horas de trabalho. O rescaldo, no entanto, só terminou nesta tarde. Os bombeiros esclareceram que, apesar de ainda sair fumaça do local, não há mais chamas, e sim alguns materiais que demoram mais para queimar.

De acordo o sargento Edivaldo, dos bombeiros, que atuou no rescaldo, não há mais material inflamável dentro da loja, já que tudo foi queimado. Os bombeiros utilizaram uma câmera térmica, que apontou temperatura de cerca de 40° dentro do local, considerado normal. Segundo o bombeiro, a estrutura do prédio é de aço, e acabou se estabilizando após as chamas. No entanto, ainda há risco de algumas partes de paredes e do telhado caírem.

Segundo a corporação, esse é considerado um dos maiores incêndios da história de Americana e as causas ainda são apuradas. Apenas uma mulher teve queimaduras leves na ocorrência, e outras duas pessoas procuraram unidades de saúde do município por problemas ocasionados pela fumaça.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora