Boituva oferece aventura no ar e encantos naturais

Proximidade da capital paulista e as diversas atrações turísticas são convite aos visitantes de todas as idades


Há tempos, Boituva, cidade a 123 km de São Paulo, ganhou o status de capital do paraquedismo. Por lá, o Centro Nacional de Paraquedismo atrai milhares de visitantes todos os anos interessados em turismo de aventura.[\img]A proximidade da cidade com a capital paulista e o reconhecimento das companhias certificadas garantem finais de semanas cheios de novos aventureiros, ansiosos por experimentar a sensação única de queda livre.

Há saltos duplos, para quem não tem experiência nenhuma com paraquedismo. Para isso é necessário uma dose de coragem e se atentar às instruções de voo. Os mais afoitos podem aproveitar o salto solo, que exige um breve curso para garantir a segurança do paraquedista.

Aos nem tão aventureiros assim, ainda há passeios de balões, responsáveis por colorir o céu da cidade aos sábados e domingos, com voos de 50 minutos a 1h.

[\img-1]Natureza

Mas nem só de adrenalina e esportes radicais vive a cidade de Boituva. Os atrativos vão além dos saltos de paraquedas e voos de balão.

A cidade conta, por exemplo, com o Parque Ecológico Eugênio Walter, um espaço com 136 mil metros quadrados, que abriga diferentes espécies de animais. São mais de 30 espécies, além da área verde com mananciais e vegetação típica da Mata Atlântica.

Totalmente conectado com a natureza, o turista pode apreciar, pelas trilhas do Parque Ecológico, vários viveiros de pássaros que abrigam exemplares raros como o Maracanã Nobre, Papagaio do Peito Roxo e Tucano do Bico Verde. Local ideal para passear ao lado da família.

[\img-2]Curiosidades

A região habitada por indígenas durante o século 19 era chamada pelos nativos de M-Boituva, que na língua tupi-guarani significa “muitas cobras”, era grande o número de espécies no local. Justamente por isso, não concentrava um grande número de habitantes.

Muitos gaúchos também vieram para a área em meados do século 19, dando início à produção industrial na região, além da produção agrícola, pecuária e também estradas ligando às cidades vizinhas.

Boituva também recebeu imigrantes da Itália, Áustria, Síria e Líbano, que se juntaram aos indígenas e portugueses que ali já estavam. Hoje, é uma cidade multirracial com grande diversidade étnica, que é valorizada e representada na gastronomia e arte.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter