Temperos caseiros dão mais sabor às carnes e peixes

Mais saudáveis e econômicos, os temperos feitos em casa deixam as carnes com um gostinho todo especial


Na correria do dia a dia, muita gente acaba recorrendo aos temperos prontos na hora de preparar os alimentos. Porém, esse tipo de alimento não faz bem à saúde e apresenta, por exemplo, um alto valor de sódio – o consumo desse mineral em excesso é associado a doenças como hipertensão e insuficiência cardíaca ou renal. A boa notícia é que preparar e armazenar temperos feitos em casa é muito fácil, e deixam a comida mais saudável e saborosa.

Para isso, é importante escolher ingredientes sempre frescos. É possível, até, fazer uma mini-horta em casa com algumas ervas, como manjericão, cebolinha, salsinha… Na hora de comprar, é essencial observar se o aroma dos ingredientes que vai usar ainda está bem acentuado e, no caso das ervas, se as folhas estão bem firmes.

Já na hora de guardar, é preciso ter atenção: algumas dicas simples fazem os temperos durarem muito mais tempo. Sálvia, alecrim, manjericão e tomilho, por exemplo, podem ser lavadas, secadas e colocadas em potes plásticos com tampa na geladeira. Para quem não cozinha muito, a dica é higienizar, secar, picar e guardar as ervas em potes de vidro, no freezer ou no congelador. O SABORES separou receitas de temperos que podem ser feitos em casa de maneira simples e rápida!

Foto: Fotolia
Tempero caseiro

Tempero caseiro

Ingredientes
• 1 cebola grande
• ¼ xícara (chá) de óleo
• 15 dentes de alho
• ½ maço de cheiro-verde
• 1 colher (sopa) de sal

Modo de preparo
Bata no liquidificador ou processador a cebola e o óleo até virar uma pasta. Adicione metade dos dentes de alho e bata mais um pouco, depois a outra metade, o cheiro-verde e o sal. Uma dica é bater o alho em duas levas para ficar mais fácil, mas se seu liquidificador for potente pode bater tudo de uma vez. Para aumentar a durabilidade, coloque em vidro limpo, de preferência que seja fervido em água por 3 minutos e quando for usar o tempero, nunca coloque uma colher suja dentro dele. Quando for utilizar, use sempre misturado com outros ingredientes. A cebola solta água e se você colocar direto no óleo ela espirrará.
Fonte: Panelaterapia

Tempero para carnes

Ingredientes
• ¼ xícara (chá) de sal grosso
• 1 ½ colher (sopa) de páprica doce
• 2 colheres (chá) de canela em pó
• 3 galhos de tomilho

Modo de preparo
Lave e seque bem as folhas de tomilho – quanto mais secas estiverem, maior a durabilidade do tempero. No pilão misture o sal grosso com o tomilho debulhado, a páprica e a canela. Bata bem para triturar o sal e misturar os sabores. Se preferir, bata os ingredientes no modo pulsar do liquidificador. Conserve num pote de vidro com fechamento hermético por até 3 meses. Utilize para temperar bifes grelhados, em marinadas ou cozidos.
Fonte: GNT

Tempero para aves

Ingredientes
• ¼ de xícara (chá) de sal grosso
• 2 galhos de alecrim
• 1 ½ colher (sopa) de cúrcuma
• 1 colher (sopa) de cominho em pó

Modo de preparo
Lave, seque bem e pique fino as folhas de alecrim – quanto mais secas estiverem, maior a durabilidade do tempero. No pilão misture o sal grosso com o alecrim picado, a cúrcuma e o cominho. Bata para triturar o sal e misturar bem os sabores. Se preferir, bata os ingredientes no modo pulsar do liquidificador. Conserve num pote de vidro com fechamento hermético por até 3 meses. Utilize para temperar os filés de frango grelhado, em soro ou marinadas.
Fonte: GNT

Tempero para peixes

Ingredientes
• ¼ de xícara (chá) de sal grosso
• 2 colheres (chá) de semente de coentro
• 1 colher (sopa) de gengibre em pó

Modo de preparo
No pilão bata primeiro as sementes de coentro para triturar – como ela é mais resistente, fica mais fácil na hora de misturar com os outros ingredientes. Acrescente o sal grosso, o gengibre em pó e bata mais para triturar o sal e misturar bem os sabores. Se preferir, bata os ingredientes no modo pulsar do liquidificador. Conserve num pote de vidro com fechamento hermético por até 3 meses. Utilize para temperar peixes grelhados, assados, fritos ou cozidos.
Fonte: GNT